Imagem em zoom de um guidão de uma bicicleta Black Orange
Ciclista de Mountain Bike, todo sujo e sorrindo, subindo um morro pedalando uma bicicleta Black Orange.
Ciclista profissional andando de bicicleta Black Orange com uma paisagem de grama ao fundo.

Guia completo: quais são os tipos de guidão e como escolher

Atividade rítmica no ciclismo, é possível? Descubra agora

Segredo revelado: como se tornar um ciclista profissional.

Uma peça simples, mas que faz a diferença no pedal. Leia aqui tudo o que você precisa saber sobre os tipos de guidão, para que eles servem e como escolher. 

Como ciclistas, estamos sempre correndo atrás de uma boa performance. Mas, e se eu disser a você que o seu desempenho também depende dos tipos de guidão? É isso mesmo! Essa peça que parece simples, é tão importante na bike quanto o jogo de marchas, pneus ou altura do selim. 

Ficou curioso? Então vamos lá! Preparei um guia completo que irá lhe ajudar na hora de comprar ou trocar o volante da sua bicicleta. Aqui você conhecerá os tipos de guidão, quando usá-los e como escolher aquele que se encaixa com o seu pedal. Boa leitura! 

Tipos de guidão: porque é tão importante 

Guidão da bicicleta Black Orange

Uma peça simples e que pode até parecer comum, o guidão é um dos principais componentes de uma bike. Mais do que direcionar o trajeto, ele garante o equilíbrio e conforto do ciclista. Por isso, se o seu intuito é melhorar a performance, velocidade ou mesmo viajar, não tenha dúvidas de que conhecer os tipos de guidão e escolher o modelo certo vai lhe ajudar a chegar lá.

Fabricado com diferentes materiais como o aço, carbono e alumínio, cada direção irá oferecer a sua melhor aplicação. Logo, os tipos de guidão existem para atender às diversas necessidades do ciclismo e, por isso, são tão importantes. Um equipamento feito para MTB, não terá o mesmo desempenho que um guidão de estrada e vice-versa. Seja na esfera profissional ou lazer, pequenos detalhes neste acessório irão influenciar na sua performance. Por isso, o grande segredo para uma boa escolha é ter em mente a modalidade em que você irá pedalar.

Quais são os tipos de guidão e quando usá-los 

Entender as suas necessidades e quais são os tipos de guidão será essencial para melhorar seus resultados no pedal. Mas encontrar essas informações reunidas nem sempre é fácil. Bom, não era. Abaixo você irá conhecer cada modelo de guidão e quando deve usar na sua bike. Vem comigo!

Guidão Flat 

Guidão de bicicleta tipo flat

Reto ou, no nome original, flat. Esse tipo de guidão é o mais tradicional dentro do MTB. Foi um dos primeiros a ser fabricado, quando as bicicletas dessa modalidade começaram a ser feitas em série. Leve e estreito, ele chamava atenção por permitir mais velocidade e leveza aos trajetos. Hoje, tem cedido lugar para modelos que absorvem melhor o impacto.

Por ser longo e com marcação graduada nas extremidades, o flat costuma ser usado por quem faz percursos com subidas íngremes. É a escolha ideal para trechos apertados. Sua leveza e posição agradam tanto os ciclistas do Cross-country quanto os de Downhill. Isso porque este modelo oferece mais rigidez e segurança na direção. Entre os pontos fortes do flat estão a leveza, agilidade e performance por um preço mais baixo. Além disso, ele oferece uma pressão menor na região da lombar, o que pode ser bom para alguns pilotos. 

Entretanto, se você precisa de conforto, este não está entre os tipos de guidão ideais. Voltado para o pedal recreativo e de mountain bike, ele não é uma boa pedida para trilhas de alta velocidade. Também não é indicado para Enduro ou modalidades mais extremas. Mas, se você quiser muito usar esse modelo, busque um que se adeque ao seu estilo de pedalar. 

Dica: escolha modelos de guidão flat que tenham uma leve curvatura nas pontas, para dentro. Isso irá deixá-lo mais próximo de suas mãos e mais confortável durante a pedalada. 

Guidão Rise

Guidão rise para bicicleta

Se você pedala há algum tempo, com certeza já teve um destes. O rise está entre os tipos de guidão mais usados no mundo. Porém, nem todos sabem que ele tem esse nome. Utilizado tanto para passear quanto para competir, ele é um pouco mais alto do que o flat. Sua leve curvatura central  torna sua posição confortável e permite que o piloto mantenha o corpo em uma posição verticalizada durante as descidas. Por isso ele é o modelo mais indicado para mountain bike. Este volante de bicicletas também garante um maior controle durante a pedalada, compensando os atritos nos solos mais difíceis.

Entre as vantagens do rise, podemos destacar o seu corpo um pouco mais largo. Essa estrutura robusta oferece controle do equipamento em percursos e garante mais conforto aos pulsos. É o motivo destes tipos de guidão serem os preferidos entre os ciclistas que enfrentam trajetos íngremes em alta velocidade. Outro destaque curioso é que a maior parte dos modelos deste guidão conta com marca de corte em suas pontas. Isso permite que o ciclista adapte a peça ao tamanho que preferir. Porém, esse procedimento irreversível deve ser feito com muita certeza e cuidado. 

Mesmo com tantos benefícios, precisamos ser claros. O rise tende a ter um valor mais alto e a ser mais pesado. Se a sua pedalada for em trechos mais estreitos e subidas, ele pode acabar se tornando um empecilho. Com uma curvatura leve, este equipamento oferece apenas o básico do conforto e da aerodinâmica. Mas, na hora de investir nesse tipo de guidão, não há segredo. Escolha um modelo que seja do seu gosto e atenda suas necessidades no pedal. Seja ganho de performance, treinos leves, entre outros objetivos.

Guidão Road

Guidão de bicicleta tipo road

Com um nome que significa “estrada” em inglês, entender qual é o intuito do road é fácil. Ideal para quem gosta de aventuras e viagens, estes tipos de guidão oferecem conforto. Com uma vasta opção de posição de mãos, ele permite que todas as suas partes sejam utilizadas pelo ciclista. Além disso, conta com extremidades curvadas e pontos de apoio que oferecem descanso para as mãos e facilitam as subidas. 

Um dos mais recomendado para a estrada, alguns modelos do guidão road são encontrados no formato achatado. Este é um detalhe que faz toda a diferença na hora de garantir uma melhor aerodinâmica e conforto.  

Guidão Borboleta

Guidão de bicicleta tipo borboleta

Com um formato diferenciado, o guidão borboleta recebe este nome por ter um desenho que lembra as asas deste inseto. Uma das primeiras opções para os pedais longos e cicloviagens, sua estrutura grande e curva oferece muitos pontos de contato. O resultado é um pedal cheio de conforto para as suas mãos. Então, se você viaja de bike esse é um dos tipos de guidão mais recomendados, pois alivia os músculos em trajetos de muitas horas seguidas. Dessa forma, ele é usado para bikepacking e ajuda a evitar lesões nas mãos.  

Guidão Drop

Guidão de bicicleta tipo road

Alta velocidade em poucos giros de pedal. Estes são os drop bars, o guidão preferido por quem pedala na estrada. Sua posição aerodinâmica é um dos principais pontos que ajudam na performance. Boa parte dos resultados das road bikes é conquistado por causa destes tipos de guidão. Seu design ganha destaque por aliar versatilidade e boa alavancagem com um visual agradável e moderno. Ah e, além de tudo isso, os drop bars oferecem um posicionamento para pedaladas com mais força.

Com três tipos de pegada, esse guidão facilita o pedal em subidas, planos e na hora de fazer sprints mais agressivos. A primeira pegada é em cima, como se fosse uma mountain bike, tornando as subidas mais fáceis. A segunda é embaixo e deixa o corpo do ciclista agachado, ideal para cortar o vento. Enquanto isso, a terceira pegada é ao final do guidão, onde não há as alavancas de freio e marcha. É desse jeito que o guidão proporciona seu modo mais agressivo. A dica é usá-lo para sprints em áreas em que não será preciso frear tão cedo. Por serem indicados para speed, os drops, não são uma boa opção para um pedal mais tranquilo. Exigindo mais do ciclista, um guidão desses não é a melhor ideia para exercícios leves e relaxados.

Guidão Bullhorn 

Guidão bullhorn bicicleta

Com formato semelhante ao chifre de um touro, o bullhorn está no mercado para atender a demanda das bicicletas fixas. Ou seja, aquelas que não rodam livres para trás. Como essa categoria gira em velódromos, competições urbanas e bike polo, esse desenho de guidão não atrapalha o controle. E, ainda, garante muito estilo para passear pela cidade. Focando em agilidade, estes tipos de guidão permitem que o ciclista permaneça em posição abaixada, facilitando a aerodinâmica do movimento. Por isso, é ideal para quem deseja pedalar mais intensamente e com velocidade. Devido à sua leveza, também é uma ótima pedida para subidas.  

Para quem utiliza a bicicleta como meio de transporte, esse tipo de guidão não é o mais indicado. Grande, seu design pode causar esbarros inesperados em objetos ou pessoas. Além disso, por ter um comprimento central menor, sua direção não é a mais estável.

Guidão Triathlon

Guidão de bicileta tipo triathlon

Se o seu objetivo é competir, seu guidão ideal é o triathlon. Desenvolvido para ciclistas profissionais, o modelo aerodinâmico conta com uma riqueza de detalhes que garantem o melhor desempenho. Levemente elevado, seu posicionamento resistente mantém o ciclista confortável do início ao fim do percurso. Por isso, se você busca por tipos de guidão que possam elevar seu nível em performance, aproveite todos os benefícios do triathlon.

Guidão Comfort 

Guidão comfort bicicleta

Ideal para bicicletas de passeio e uso na cidade, o comfort faz parte da linha rise. Porém é muito mais curvo e alto. Assim, a postura do ciclista na bicicleta fica mais ereta e evita dores na coluna, pescoço e lombar. Feito para curtir passeios sem ter pressa de voltar, o grande diferencial destes tipos de guidão é o conforto. Eles deixam o ciclista praticamente sentado enquanto pedala. Esse modelo pode ser usado em bicicletas urbanas e nas caiçaras – bikes sem marchas, feitas para andar em terrenos planos.

Guidão Cruiser

Guidão cruiser para bicicleta

Uma versão extrema do guidão comfort, o cruiser bars também é chamado de guidão caiçara. Longo e alto, ele possui o clássico formato que aparece em filmes nas bicicletas de passeio. São ideais para pedalar em locais planos, no campo, na rua, na beira da praia ou em ciclovias. Proporcionando um enorme conforto, ele permite que o ciclista relaxe e se mantenha sentado durante o trajeto. Assim você pedala e aproveita o passeio com estilo. Como é um guidão para bikes de passeio, ele não favorece subidas e descidas. Portanto, estes tipos de guidão não são indicados para modalidades radicais como mountain bike e speed.

Dica: quer deixar o passeio ainda melhor? Invista em equipamentos e acessórios! O quadro certo, um selim confortável, além de outros equipamentos irão enriquecer a sua experiência no pedal. Outro item que faz a diferença no visual é a cestinha. Acoplada ao guidão, ela permite carregar objetos e aumentar ainda mais sua liberdade. 

Em meio a tantos tipos de guidão, como escolher? 

Como você viu, existem vários tipos de guidão. Todos se encaixam em qualquer modelo de bicicleta, porém, cada um cumpre uma finalidade específica. Portanto, antes de escolher o seu, é preciso considerar alguns pontos. Agora que você já conhece os modelos de guidão, dê uma olhada nessas dicas para refletir antes da sua escolha.   

  • Escolha o modelo conforme a atividade que será desenvolvida na bike;
  • Considere o trajeto que será feito, subidas, descidas, tempo e tipo de percurso;
  • Fique atento ao tamanho da bicicleta, equipamentos, acessórios e seus componentes;
  • Se comprar presencialmente, faça um teste antes e confira se você se sente confortável ao pedalar;
  • Conte com alguém especializado para ajudá-lo na escolha. Por exemplo, um profissional de bike fit, pode lhe indicar qual é o modelo mais adequado. 
  • Coloque seus objetivos como ciclista e conforto sempre em primeiro lugar. Só assim você irá encontrar entre os tipos de guidão, aquele que atende suas necessidades com o melhor desempenho. Boa jornada! 
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Postagens relacionadas