Bicicleta vermelha da marca Black Orange na loja Bike Point
Ciclista com uma bicicleta Black Orange
Ciclista com óculos de ciclismo

Seguro de bicicleta: o que é e o que ele assegura?

O tamanho da bicicleta faz diferença? Descubra aqui!

Como escolher um óculos de ciclismo? Descubra aqui!

Comprar uma bike é um grande investimento e o sonho de muitos ciclistas, por isso, protegê-la é essencial. Confira neste artigo tudo o que você precisa saber sobre um seguro de bicicleta.

É comum vermos propagandas que anunciam seguros para carros, motos, casas e, até, para celulares. Afinal, tudo o que nos é valioso, queremos proteger, não é mesmo? Entretanto, algo que muita gente não sabe é que as bikes também precisam deste tipo de cuidado. Mas se você ainda não descobriu como funciona um seguro de bicicleta e nem o que ele cobre, não se preocupe. Neste post vou explicar tudo isso, confira uma prévia do que veremos.

  1. O que é um seguro de bicicleta?
  2. O que um seguro de bicicleta cobre?
  3. Quais situações o seguro de bicicleta não cobre?
  4. Vale a pena contratar um seguro de bicicleta?

Gostou? Então continue comigo e confira em detalhes o que cada um dos tópicos citados significa. De um jeito simples, contarei sobre os principais itens que você precisa saber sobre este assunto. Boa leitura!

1.  O que é um seguro de bicicleta?

Bicicleta Black Orange encostada na parede

Muito além do transporte e lazer, as bikes possuem uma finalidade profissional. Nesses casos, os atletas investem em modelos mais completos, equipados e robustos, o que reflete totalmente no valor dos veículos. No entanto, independente do custo e das finalidades de uso, o fato é que elas estão sujeitas a riscos. E é em situações desse tipo que ter um seguro de bicicleta faz a diferença. Afinal, com ele o usuário tem a possibilidade de recuperar o seu bem caso algo aconteça.

Parecido com o seguro de automóveis, este serviço pode possuir coberturas como: colisão, roubo, furto, danos a terceiros e uma franquia para o acionamento. Porém, diferente da versão para carros, no seguro de bicicleta a franquia é aplicada independentemente do sinistro ser de perda total ou parcial. Mas se a sua dúvida é se você precisa obrigatoriamente de um seguro para a sua magrela, a resposta é: não. Isso não é exigido por lei. Entretanto, contar com este serviço lhe permitirá andar pelas ruas com mais tranquilidade, sabendo que qualquer defeito ou avaria serão restituídos.

Como funciona o seguro

Um seguro de bicicleta envolve 3 etapas, que variam conforme a seguradora, mas que cumprem papéis semelhantes na proteção. A primeira é a Verificação, onde a seguradora garante que você realmente é o dono da bike. A segunda é a Contratação, onde é firmado o acordo entre você e a empresa de seguros. E, por último, o Sinistro — quando o segurado precisa acionar a seguradora para pôr em prática as proteções que contratou.

Preciso deixar claro que estes processos acontecem de maneira diferente, conforme a seguradora que você contratar. Inclusive, é normal haver variações na ordem em que isso acontece. Porém, essa é a maneira mais comum de contratação do seguro. Sempre que tiver dúvidas, questione a sua seguradora sobre seus processos de ativação.

2.  O que que um seguro de bicicleta cobre?

Personalizados, os seguros de bicicleta são divididos pelos tipos de coberturas que eles oferecem. Ou seja, pelos principais pontos que eles contemplam na segurança. Então na hora de escolher, você deve entender quais são as suas necessidades e, depois, procurar uma empresa que se adeque ao seu perfil. Abaixo listei as principais coberturas, suas vantagens e desvantagens, confira.

Ciclista parada ao lado da bike durante a trilha e usando o celular

De responsabilidade civil

Esse modelo de seguro de bicicleta se baseia na cobertura em relação a prejuízos materiais ou físicos causados a terceiros. Ou seja, contra qualquer pessoa que não seja o responsável pela bike. Acidentes que machuquem alguém, danifiquem outras bicicletas ou um automóvel são exemplos dessa cobertura.

  • Vantagens: caso um acidente aconteça envolvendo você e a bike contra alguma pessoa, carro ou outro objeto, este serviço cobrirá. Isso garante uma tranquilidade maior.

  • Desvantagens: a maioria dos atropelamentos que acontecem são de carros contra pedestres ou bikes. Logo, esse tipo de serviço gera uma despesa sobre uma cobertura que dificilmente você vai usar.

Danos à bicicleta

Neste seguro de bicicleta, a cobertura se aproxima um pouco mais da realidade do ciclista. Este modelo abrange diretamente os danos provocados por terceiros, ou não, à sua bike. Assim, estão inclusos nesta modalidade a cobertura para acidentes durante o pedal e, também, no transporte da bicicleta. Confira abaixo as vantagens e desvantagens:

  • Vantagens: se a bicicleta sofre algum dano ou avaria em acidentes de transporte em racks no carro, por exemplo, o seguro cobre.

  • Desvantagens: apesar de abranger danos parciais ou totais da bike, essa opção não incide sobre roubos ou furtos. Isso pode ser um problema, pois caso você tenha sua bicicleta furtada, terá que desembolsar o dinheiro para comprar uma nova.

Contra roubo e furto qualificado

Com o crescimento do pedal no Brasil, o índice de roubo e furto também aumentou. Seja rodando, parada ou até guardada em casa, essa cobertura garantirá que você receba um valor para adquirir uma bike nova.

  • Vantagens: esse serviço tem o foco de resolver os problemas mais comuns e frequentes dos ciclistas, o roubo e o furto. Investir uma quantia nessa cobertura vai lhe trazer segurança na hora de comprar sua bicicleta. É uma solução boa e prática no momento em que é acionada.

  • Desvantagens: por funcionar totalmente voltado ao roubo e furto qualificado, as coberturas de responsabilidade civil e de danos à bicicleta não fazem parte deste seguro de bicicleta.

Assistência 24 horas por dia

Uma ciclista pedalando à noite na cidade

Seja para diferentes situações e a qualquer momento, a assistência prestará o serviço de socorro que você precisa de forma adequada. Assim, se a bike tiver algum problema ou você se envolver em algum acidente, você é atendido na mesma hora. Inclusive itens como agressão física e ferimentos pessoais fazem parte deste serviço, assim como locomoção e outras necessidades.

  • Vantagens: esta é a opção ideal para qualquer problema que envolva você e a sua bicicleta. A assistência 24h deve estar sempre disponível para lhe atender onde e quando precisar.

  • Desvantagens: devendo ser ágil e eficiente a qualquer momento, um seguro de bicicleta que preste atendimento 24 horas por dia praticamente não possui desvantagens. Ao contratar, pergunte aos clientes como tem sido a experiência deles com a empresa.

Transporte

Acidente não escolhe hora nem local para acontecer. Por isso, o serviço de transporte é ideal para as vezes em que eles ocorrerem em trilhas, na estrada ou na cidade. Útil, ele leva você a um hospital ou outro local de atendimento médico, assim como faz o seu transporte para a casa ou outro espaço seguro.

  • Vantagens: ter a garantia de que você e a sua bike serão transportados para um lugar seguro e que ofereça o atendimento médico necessário.

  • Desvantagens: alguns serviços podem não abranger distâncias grandes. Nessa hora, será preciso contar com o apoio do atendimento de saúde pública ou privada emergencial para acidentes e ferimentos. Para a bike, será preciso acionar os serviços de transporte de pessoas e objetos, como Ubers.

Extensão para transporte internacional

Se você for se aventurar em trilhas, estradas, campeonatos e cicloviagens fora do país, essa cobertura é uma excelente escolha. Este seguro de bicicleta cobre quem for desvendar o transporte internacional.

  • Vantagens: eficiência na hora de transportar a bike, já que muitas vezes o transporte internacional deixa a desejar. Caso alguma parte, ou mesmo a bicicleta, seja danificada ou desviada, o seguro cobre esse prejuízo.

  • Desvantagens: a única desvantagem desse serviço é caso você não precise utilizá-lo. Afinal, ele deve ser escolhido por pessoas que viajam com frequência levando o pedal junto.

Reboque

Ciclista fazendo um reparo na bicicleta

Se um pneu furar, uma corrente quebrar ou outro imprevisto acontecer no meio do seu caminho, essa modalidade de cobertura fará o resgate. Essa cobertura é perfeita para problemas que não tenham uma solução imediata, como a quebra de um câmbio ou roda.

  • Vantagens: se algum problema acontecer, você pode contar com resgate. Isso evitará que tenha que caminhar empurrando a magrela por vários quilômetros.

  • Desvantagens: toda ajuda é bem-vinda e nesse caso, mais ainda. Por isso, o serviço de reboque não possui grandes desvantagens.

3.  Quais situações o seguro de bicicleta não cobre?

Tão importante quanto entender quais serviços um seguro de bicicleta cobre, é entender quais situações nenhuma seguradora irá cobrir. Afinal, situações adversas podem acontecer a qualquer momento e, para enfrentá-las, você precisa conhecer quais são seus recursos. Confira abaixo momentos em que você não deve acionar o seguro.

  • Furto simples: o furto simples não é coberto por nenhuma seguradora. Por isso, lembre-se sempre de prender a sua bike da forma correta.
  • Deterioração gradual e falta de manutenção: é função do ciclista garantir que a manutenção da bicicleta seja feita com a frequência e qualidade ideal. Por isso, mantenha sua bike em dia e fique atento a danos de deterioração gradual.
  • Bike sobre guarda de terceiros: esteja atento com quem você deixa sua bicicleta. As seguradoras não garantirão proteção se algo acontecer enquanto ela estiver sendo usada por outra pessoa.
  • Danos preexistentes: danos que já existiam antes da contratação do seguro de bicicleta, também não são cobertos pela seguradora. Antes de contratar este serviço, faça uma avaliação na magrela e garanta que tudo esteja em ordem.
  • Comportamento negligente: não é porque você tem um seguro que pode ser descuidado. A seguradora não cobrirá situações em que ficar comprovado que o ciclista foi negligente.
  • Dano no veículo transportador: a cobertura de furto ou dano na bike enquanto está no transportador só é válida durante o seu transporte. Se sua bicicleta estiver dentro de um carro estacionado e você não estiver presente, a cobertura é inválida.

4.  Vale a pena contratar um seguro de bicicleta?

Uma ciclista e um ciclista em suas bikes comemorando

Contratar um seguro de bicicleta é a melhor forma de garantir que o seu patrimônio esteja a salvo em situações críticas. Entretanto, sua decisão dependerá do valor que esse bem entrega para você. Ter um seguro é sinônimo de prevenção. Assim, se você é uma pessoa prevenida e enxerga grande valor agregado no pedal, vale a pena contratar o seguro.

Para decidir, comece fazendo algumas perguntas. Você utiliza a sua bike apenas para lazer? Este é o seu meio de transporte? Gosta de utilizá-la em esportes, viagens ou praticar corrida? Definindo o seu tipo de utilização, será mais fácil entender quais itens você precisa incluir em seu seguro. Com certeza, o valor do investimento será mais baixo do que o custo de uma nova bicicleta.

Viu só? Optar por um seguro de bicicleta é mais fácil do que parece. E, já que você se interessa por proteção, tenho uma pergunta: você conhece os principais equipamentos do ciclista? Em nosso blog separei um conteúdo especial que mostra quais itens não podem faltar para garantir a segurança no pedal. Vale à pena conferir!

Se quiser continuar recebendo dicas como esta, siga o Instagram da Black Orange. Por lá manteremos você atualizado sobre tudo o que rola no mundo das bikes!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Postagens relacionadas