Imagem em estúdio com fundo preto de uma bicicleta Black Orange na cor Vermelha.
Ciclista vestindo camisa e capacete Black Orange ao lado de uma montagem de outra camisa Black Orange.

Alumínio e carbono: tudo o que você precisa saber antes de escolher o seu quadro

Equipamentos para ciclismo: descubra o acessório ideal para ganhar performance

O componente certo é chave para o bom desempenho. Conheça aqui a real diferença entre os quadros de alumínio e carbono e tire todas as dúvidas. Boa leitura! 

Na hora de comprar ou montar uma bicicleta, a escolha do material é sempre um desafio. Afinal, são tantas opções que é normal ficar confuso: aço e titânio, alumínio e carbono. Mas, calma! Estou aqui para ajudar. 

Reuni neste texto tudo o que você precisa saber sobre os quadros de alumínio e carbono – os mais utilizados hoje em dia. Aqui você entenderá a real diferença entre esses dois tipos de elementos, suas principais vantagens, desvantagens e muito mais. Vamos começar?

Antes do alumínio e carbono, o quadro

Quadro de carbono da bicicleta Black Orange Stone

Talvez você esteja se perguntando “o tipo de quadro faz mesmo diferença?”. Então, antes de falarmos sobre os elementos da fabricação, vou explicar para você porque esse componente é indispensável. 

O quadro é, sem dúvidas, uma das principais partes de uma bicicleta. Considerado um eixo centralizador, ele é a base e estrutura das bikes. Assim, sua composição impacta diretamente no desempenho, leveza, segurança e preço destes produtos.  

O quadro foi um dos itens que mais se revolucionou e evoluiu na linha do tempo das bicicletas.

Revista Bicicleta

Conforme os especialistas da Revista Bicicleta, o ciclismo não para de evoluir. Tanto é que, hoje, os quadros apresentam diversos formatos como o aberto, reclinado, diamond, entre outros. Somando a geometria ao material utilizado na construção, é montada uma máquina com finalidades específicas. Por isso, conhecer seus objetivos como ciclista é essencial para encontrar a opção que vai ajudar você a chegar lá. Olha só esse exemplo:

Uma bicicleta feita para ter velocidade na estrada, não terá o mesmo desempenho que uma mountain bike em uma trilha. Isso porque enquanto uma foca na aerodinâmica do asfalto, a outra foi produzida para ter resistência e liberdade de movimento.  Viu só? Investir no componente certo coloca você em um outro nível de preparo. Agora, que tal voltarmos para as diferenças entre alumínio e carbono? Vamos lá!

Quadros de alumínio

Quadro de alumínio de uma bicicleta

Os quadros de liga de alumínio estão entre os mais populares do mundo do ciclismo. Com um valor acessível, as bikes deste material são básicas e costumam ser utilizadas como hobby em viagens, estradas e trilhas.

Antigamente, este tipo de componente era considerado muito rígido para determinadas atividades. Mas, hoje, o alumínio é utilizado na fabricação de diferentes tipos de bicicleta. A técnica mais usada na composição é a mistura dele com outros metais como zinco, cromo e magnésio. Isso torna as ligas resistentes e mais leves do que se fossem puramente de alumínio. Ainda, alguns modelos de quadro mesclam esse metal com itens em carbono, diminuindo um pouco o peso da bike.

Entretanto, se a sua ideia é competir, o quadro de alumínio não é o mais indicado. Apesar de apresentar uma alta resistência à torção, esse componente é muito pesado em comparação com os feitos de carbono. E, como você deve saber, para um atleta, cada grama tem seu peso no resultado final. 

Vantagens do quadro de alumínio

Agora que você já sabe um pouco mais sobre o que diferencia os quadros de alumínio e carbono. Mas não pare por aqui! Listei os principais benefícios que escolher um componente desse metal agrega na sua pedalada. Olha só:

1. A resistência do alumínio

Se tem uma palavra que define bem os quadros de alumínio é a resistência. Com um baixo nível de oxidação, eles suportam bem corrosões e torções. Mas, claro, devem sempre ser usados com prudência. Além da força, a qualidade e eficiência que esse tipo de componente apresenta é indiscutível. 

2. Preço acessível

Versátil, o alumínio ganha em escala quando o assunto é preço. Com facilidade de uso na fabricação das bicicletas, seu valor se torna baixo quando comparado aos quadros de carbono. Uma ótima opção para quem busca conforto e peso mediano em modelos econômicos.

3. Ótimos para passeios

Com um preço acessível e alta resistência, os quadros de alumínio são ótimos para o pedal recreativo, trilhas leves e hobbies em geral. São indicados para quem gosta de um passeio de bike e procura um material duradouro. Também é possível encontrar no mercado quadros de alumínio voltados para o ciclismo profissional ou mountain bike, mas é preciso avaliar seus objetivos como atleta antes de optar.

desVantagens do quadro de alumínio

Sim, os quadros em alumínio possuem muitas vantagens. Mas, dependendo dos seus objetivos, podem não ser a melhor escolha. Confira comigo os pontos baixos que pedalar com este tipo de componente pode apresentar:

1. O peso do alumínio

É verdade! Hoje em dia é possível encontrar bicicletas de alumínio em modelos mais leves do que antigamente. Entretanto, para quem vive contabilizando velocidade e performance, optar por um material mais adequado para competições é a melhor escolha. O peso do quadro não irá impedir que você tenha uma boa performance, porém, pode ser mais difícil sem a leveza do carbono. Este tipo de componente não é aconselhado em trajetos com fortes impactos.

2. Baixa performance

Voltando ao assunto da performance, os quadros em alumínio nem sempre apresentam o melhor desempenho. Isso porque dependendo do seu objetivo, este material pode ser muito pesado. Componentes em alumínio são ótimos para passeios ou pedaladas leves, que não exijam uma alta performance.

3. Baixa vida útil

A resistência dos quadros de alumínio é alta. Porém, ele é um material que não dura tanto quanto os de aço. Com o passar do tempo as bicicletas deste metal vão perdendo suas qualidades mecânicas, aumentando as chances de quebra. Além disso, caso ocorra alguma pancada forte, as ligas de alumínio podem amassar e um quadro desses é difícil de ser reparado. Mau uso e o abuso de subidas e descidas pesadas podem causar torções e diminuir a vida útil da sua bike.

Quadros de carbono 

Quadro de carbono da bicicleta Black Orange Stone

Mesmo sendo novidade no ciclismo, os quadros de carbono vêm sendo testados há décadas. Com alta tecnologia, durante a fabricação os fios do elemento são unidos e trançados. O resultado é uma espécie de rede robusta e duradoura. 

Não é à toa que quando falamos em quadros de carbono, lembramos de bicicletas de alto desempenho, desenvolvidas para competições. Considerados por muitos os melhores do mercado, os componentes em carbono unem resistência, leveza e durabilidade de uma forma sem igual. Por isso, é comum vermos bikes de MTB e de outras modalidades aderindo esse material como um padrão.A fibra de carbono é o que há de mais nobre para a construção de quadros. Por isso, é usada em modelos topo de linha. Versáteis, elas podem ser moldadas em diferentes formas. Também é comum encontrarmos outros componentes feitos deste elemento.

Vantagens do quadro de carbono

Ainda está em dúvida entre alumínio e carbono? Fiz uma lista para que você conheça os principais benefícios desse segundo material, que é um componente tão requisitado. Vem ver!

1. A leveza do carbono

A fibra de carbono é um material cheio de vantagens. Entre elas, uma das que mais se destaca é o seu peso. Em comparação com o alumínio, eles são considerados super leves. Isso porque os quadros de carbono têm um peso menor que outros elementos, especialmente ligas de aço. 

2. Alto desempenho

Você já deve saber que quanto mais leves forem os itens da sua bike, melhor será o seu desempenho. Por isso, os quadros de carbono lideram no quesito performance. Com um peso extra baixo, eles ajudam o ciclista em trajetos pesados, sem perder velocidade.

3. Versatilidade

As fibras de carbono podem ser moldadas de diversas formas. Essa maleabilidade permite que sejam fabricadas peças especiais como tubos com formato aerodinâmico, componentes específicos, entre outras coisas.

4. Acabamentos estéticos

Além dos benefícios citados acima, também preciso contar a você que os quadros em carbono possuem uma grande vantagem estética. Diferente das bicicletas de alumínio, a solda não fica aparente, pois os quadros não são soldados. Com uma fabricação quase artesanal, as folhas do material são posicionadas uma a uma e recebem resina. Este processo ainda torna o quadro imune à corrosão e aumenta sua durabilidade. 

Desvantagens do quadro de carbono

Alumínio e carbono, será que este segundo elemento possui desvantagens? Listei para você os pontos baixos que um quadro deste tipo pode ter, olha só: 

1. Carbono: um material vulnerável

Apesar de serem construídos para resistir a situações extremas, os quadros de carbono são mais frágeis do que outros materiais. Em caso de impactos muito fortes ou mau uso por parte do ciclista, eles podem trincar ou romper. Então, tenha sempre cuidado com a sua bike! Quando falamos em alumínio e carbono, é bom lembrar que o segundo elemento pode sofrer um pouco com o calor. 

2. Alto investimento

Um dos materiais mais nobres do ciclismo, os quadros de carbono costumam ter o preço um pouco mais elevado do que o normal. Isso acontece, pois as bikes desse tipo são construídas de forma quase artesanal e, ao mesmo tempo, com alta tecnologia. Um quadro desses pode exigir mais de 25 horas de empenho. O custo dos componentes em carbono é mais alto, mas o investimento vale muito a pena

3. Dificuldade em reparos

Dependendo de qual é o seu objetivo com a bicicleta, o quadro de carbono pode não ser o mais indicado. Por ser mais vulnerável, ele não resiste tão bem aos impactos do dia a dia. Caso ocorra algum incidente, o reparo não é tão fácil. Quando um quadro assim racha, a bike fica inutilizável até o conserto, podendo até quebrar. Mas, claro, independente do material do quadro tudo vai depender do seu cuidado com a bicicleta. 

4. Menor vida útil

A durabilidade dos quadros de fibra de carbono também é menor quando comparada a outros modelos. A recomendação dos fabricantes é que seja feita a troca a cada cinco anos, mas muita gente usa por um tempo maior. Para aumentar a vida útil você deve sempre fazer a revisão em uma loja especializada e ter cuidado no pedal.

5. Carbono: a escolha dos atletas

Os quadros em carbono são ótimos para qualquer uso, mesmo para passeios do dia a dia. Mas, devido ao seu custo, as bicicletas desse tipo costumam ser utilizadas por atletas de alto nível. Se você quiser ter uma experiência de alta performance, mesmo não sendo um profissional, elas são uma ótima opção.

Alumínio e Carbono: vamos comparar? 

Se você leu todas as vantagens, desvantagens e ainda está com dúvida entre alumínio e carbono, eu ajudo! Defina seus objetivos com a bike e dê uma olhada nessa tabela antes de fazer a sua compra:

Carbono – PrósCarbono – Contras
✓ Material ultra leve✘Investimento de alto custo
✓ Maior conforto para pedalar✘ Dificuldade em reparos
✓ Alta performance e velocidade✘ Menor vida útil
✓ Estrutura tecnológica✘ Maior vulnerabilidade
✓ Não sofre corrosão✘ Não resiste grandes impactos
✓ Fabricação minuciosa✘ Não é indicado para o dia a dia
✓ Estética bem acabada
✓ A escolha dos atletas
Tabela de prós e contras quadro de carbono.
Alumínio – PrósAlumínio – Contras
✓ Preço acessível✘ Performance mediana
✓ Alta resistência✘ Absorve os impactos
✓ Maior vida útil✘ Pode enferrujar
✓ Qualidade e eficiência✘ Pode apresentar marcas da solda
✓ Fácil de reparar✘ Indicada para o dia a dia
✓ Ótima para o dia a dia✘ Não costuma ser utilizada por atletas
Tabela de prós e contras quadro de alumínio.

Afinal, qual é o melhor? 

Saber a diferença entre os tipos de quadro e conhecer os componentes da bicicleta é essencial para uma boa compra. Mas antes de escolher entre alumínio e carbono, você deve saber quais são os seus objetivos como ciclista. O estilo de trajeto, velocidade e performance que você quer ter é o que irá guiar a sua escolha.

Analise seu equipamento, peso, obstáculos, os níveis de inclinação e desgaste que a bicicleta irá enfrentar. Sempre que necessário, peça ajuda em lojas especializadas para garantir a sua melhor escolha. É conhecendo todos estes itens que você encontrará uma bike que se encaixe perfeitamente com o que você procura.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Postagens relacionadas